Como grupos de WhatsApp podem ajudar na segurança do bairro

Tempo de leitura: 4 minutos

Chega a ser desnecessário repetir como a violência é um dos principais problemas enfrentados por quem vive no Brasil hoje. Resolvê-lo por completo exige mudanças amplas nas políticas-públicas implementadas por todas as esferas de governo. Mas é possível tomar atitudes dentro da sua comunidade para atenuar a questão. Por todo Brasil, vizinhos estão se unindo para criar grupos de WhatsApp para auxiliar na segurança do bairro.

Os benefícios dos grupos de WhatsApp para a segurança do seu bairro

Grupos de WhatsApp focados na segurança de comunidades podem ser muito úteis ao funcionarem como uma espécie de rede de vigilância. Por exemplo, um vizinho que presencia uma atitude ou movimentação suspeita na rua pode avisar sobre o ocorrido no grupo. Com isso, os demais moradores do entorno ficam em alerta e mais precavidos naquele momento. 

Se houver algum policial no grupo – como o agente responsável pelo patrulhamento da região, o grupo se torna também uma boa ferramenta para os membros se comunicarem diretamente com a polícia.   

Ao mesmo tempo, os grupos de WhatsApp podem ser eficazes para chamar atenção para atitudes dos próprios vizinhos que podem gerar problemas de segurança. Por exemplo, se alguém sai e acidentalmente deixa o portão do prédio entreaberto, o vizinho que mora do outro lado da rua pode avisar no grupo sobre o ocorrido.

Senso de comunidade

Um benefício indireto mas muito importante dessa ferramenta é o estreitamento de laços entre vizinhos. Muitas vezes, não conhecemos as pessoas que moram na casa ao lado. Criar um grupo da vizinhança pode aproximar os moradores, criando um senso de comunidade entre as pessoas, o que é positivo não só para a segurança, como para a convivência de um modo geral.

Como criar um grupo de WhatsApp para cuidar da segurança do bairro

Montar um grupo com essa finalidade exige certa mobilização. Se houver uma associação de bairro, o ideal é sugerir a criação junto à diretoria. Caso haja um Conselho de Segurança no bairro, a sugestão também pode ser feita diretamente ao mesmo.

A associação de bairro ou o conselho de segurança podem ser importantes também como um canal de comunicação com a polícia. Representantes podem entrar em contato com a unidade de polícia que cuida do bairro e requisitar a participação de um policial no grupo.

Se não houver um conselho de segurança ou associação de moradores no seu bairro, tente unir um grupo inicialmente pequeno de vizinhos que irão, juntos, coordenar a criação.

Tente informar os vizinhos sobre a criação do grupo pessoalmente. Faça o mesmo na hora de realizar o cadastro dos membros. Dessa forma, evita-se desconfiança sobre a legitimidade do grupo. Ao mesmo tempo, é uma forma de garantir que somente os moradores da região fazem parte do grupo.  

Não deixe também de criar regras para que o grupo não perca o foco. Não faz sentido ter mensagens do tipo “Bom-dia”, “Boa-tarde”, compartilhamento de vídeos e fotos engraçadas ou comentários que não estejam relacionados à segurança do bairro.

Cuidados ao criar grupos de WhatsApp para a segurança do bairro

 

A tecnologia é uma grande aliada no cotidiano, mas sua eficácia depende muito do uso que fazemos dela. Portanto, tome alguns cuidados simples ao utilizar grupos de WhatsApp com a finalidade de fortalecer a segurança na sua região.

Tenha muito cuidado para não disseminar boatos ou informações exageradas. Reporte apenas aquilo de que você tem certeza. Espalhar informações sem ter garantia de sua procedência pode gerar pânico desnecessário. 

Também tenha cautela ao falar de pessoas suspeitas. Espalhar fotos e vídeos de pessoas com base apenas em suposições, não em provas, pode gerar processos judiciais, principalmente porque você nunca sabe a proporção que uma imagem compartilhada no WhatsApp pode tomar.

Às vezes, sua intenção é apenas repassar o conteúdo para os vizinhos, mas ele pode acabar circulando na cidade inteira ou mesmo em todo país. É muito difícil ter controle sobre o que circula em aplicativos de comunicação.  Portanto, repasse apenas o que for essencial.

Lembre-se ainda de que o grupo não substitui a necessidade de reportar ocorrências formalmente à polícia pelo 190.

Os grupos de WhatsApp são apenas uma das muitas ferramentas que você tem para cuidar da segurança de onde você mora. Faça o download do Manual do Bairro Seguro para mais orientações.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *