Organização do Festival Brasileiro da Cerveja comemora crescimento em 2014

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Edição de 2015 pode ter mais um pavilhão para atender demanda das micro-cervejarias

Empresas Minister foi responsável por serviços em alguns stands das micro-cervejarias

 

A organização do Festival Brasileiro da Cerveja comemora os números da edição de 2014. De acordo com os promotores do evento, foram 31.883 pagantes no evento deste ano. O número representa um aumento de 47% no público que pagou ingresso no evento em relação ao ano passado, quando 21.706 pessoas pagaram entrada. O número total de pessoas que passaram pelos dois pavilhões do festival deve ser divulgado nesta segunda-feira.

O secretário de Turismo e presidente da Vila Germânica, Ricardo Stodieck, também revela que os consumidores gastaram R$ 1,5 milhão para provar as comidas e bebidas da festa, um crescimento de 77% em relação ao ano passado, quando os visitantes deixaram no festival R$ 890 mil.

— Nós sabíamos que ia crescer, mas este número superou em, pelo menos, 25% a nossa expectativa — avalia.

Stodieck resume o festival como um sucesso. Para ele, todos os objetivos foram atingidos e público e expositores se mostraram satisfeitos com o evento.

Com o fim do festival deste ano a próxima edição já começa a ser desenhada. O Festival Brasileiro da Cerveja de 2015 acontecerá entre os dias 11 e 14 de março e uma das mudanças que podem ocorrer é dar ainda mais espaço aos cervejeiros. Em 2014 o festival foi realizado pela primeira vez em dois pavilhões da Vila Germânica, mas Stodieck acredita que pode ser necessário ocupar mais um no ano que vem:

— A tendência de aumentar é grande. Ficaram vários cervejeiros de fora neste ano. Nós recebemos 40% das micro-cervejarias do Brasil e se mais 10% ou 15% quiserem participar já vamos precisar de outro pavilhão. Temos que atender essa demanda.

Para atrair mais expositores e alcançar a internacionalização do evento, a organização também participa na semana que vem do Italian Beer Festival, em Milão. A equipe do festival brasileiro será acompanhada pelas cervejarias Bierland, de Blumenau, e Schornstein, de Pomerode, na missão que pretende trazer novos produtores de cerveja de fora para o evento verde e amarelo.

 

Fonte: JORNAL DE SANTA CATARINA

Foto: www.parquevilagermanica.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *