Qual a diferença entre congresso, feira, workshop e seminário?

Tempo de leitura: 6 minutos

Se você está organizando um evento de qualquer porte, precisa conhecer os principais tipos: congresso, feira, workshop e seminário. Isso porque, quanto mais você souber das características peculiares de cada um, mais facilmente escolherá o melhor formato para atingir os seus objetivos.

Você também tem dúvidas sobre o assunto? Então, fique tranquilo! Neste post, vamos apresentar as diferenças entre os principais tipos de eventos. Assim, você escolhe o melhor formato para o seu. Vamos lá?

Congresso

O congresso é um encontro de diversas pessoas que se reúnem para discutir um objetivo em conjunto. Esses indivíduos estudam determinado assunto do seu interesse e se preparam para realizar uma espécie de “intercâmbio de conhecimento”.

Normalmente, reúnem-se no congresso os profissionais da mesma área de atuação para discutir os problemas da sua área, apresentando soluções para a algumas dores e também apresentar e refletir sobre as principais tendências do segmento.

No congresso, existe uma pessoa que vai apresentar um determinado trabalho, expondo e defendendo o seu ponto de vista para que os participantes compreendam a abrangência do tema — o assunto dessa apresentação é o que norteará todo o evento.

Esse apresentador (que também pode ser chamado de expositor, orador ou palestrante) precisa saber estimular a interação do seu público. Ao apresentar o tema, ele pode trabalhar em formato de palestras, simpósios, painéis e exposições.

Lembrando que como se trata de um evento que costuma ter muitos participantes, para a sua realização são necessários ótimos recursos tecnológicos (bons equipamentos audiovisuais).

Normalmente, o congresso dura de 1 a 5 dias e os textos apresentados devem ser feitos com muita cautela (sem erros, com muita pesquisa e aprofundamento teórico), uma vez que são inclusos em anais e distribuídos entre os convidados.

Feira

O conceito de feira é bem antigo: foi originado na Idade Média quando os comerciantes se reuniam em determinado local para vender os seus produtos para a população — essa prática foi aperfeiçoada e evoluída e ainda é muito comum em todos os países.

As feiras têm um segmento principal (por exemplo: marketing, agronegócios, automotivo, têxtil e outros) e contam com expositores (que normalmente financiam o evento) e mostram os seus produtos e serviços para os participantes.

Dessa maneira, os profissionais têm a liberdade para conhecer a concorrência, apresentar a sua marca para o público, distribuir brindes e trocar uma ideia com colegas da mesma área (proporcionando insights valiosos para a sua empresa).

Durante a realização do evento, podem acontecer atrações como shows, oficinas e outras maneiras de entretenimento para o público. Inclusive, muitas empresas contratam grandes shows (cujo foco principal é promover a cultura) e fazem parceria com expositores de diversos segmentos para expor a sua marca.

Então, fica a dica de que mesmo que você não realize uma feira em específico, você pode trazer esse conceito para o seu evento. Por exemplo, você pode criar um workshop sobre alimentos sem glúten e ceder um espaço (que é remunerado ou não, depende dos objetivos do seu evento) para empresas exporem os seus produtos gluten free.

Workshop

O workshop é um tipo de treinamento sobre um determinado assunto. O objetivo é que os participantes aprofundem seus conhecimentos sobre determinado tema e possam “colocar a mão na massa”.

Em outras palavras, o workshop trabalha mais com a prática do que com a teoria, uma vez que incentiva os participantes a aprenderem os conceitos de uma maneira criativa.

O workshop dura em médio um período do dia (ou o dia inteiro) e normalmente são grupos de poucas pessoas (no máximo vinte) em virtude de ser mais prático.

Primeiramente, o mediador desse tipo de evento apresenta a teoria, promove discussões e depois divide a turma em pequenos grupos para praticar os conhecimentos aprendidos. Ao final, todos debatem sobre as conclusões do assunto.

Seminário

O seminário é um método de estudo. Em outras palavras, ele é uma exposição com base em conhecimentos específicos de uma determinada área. Certamente, você já participou de um seminário na época da escola, não é mesmo?

Ele é muito comum no meio profissional e acadêmico e pode ser apresentado de forma individual ou em grupos. Então, ele deve trazer uma reflexão aprofundada sobre um determinado problema, com muito embasamento teórico.

Primeiramente, apresenta-se o tema aos participantes, induzindo-os a refletir sobre o assunto. Ao final da apresentação, abre-se um espaço para o debate, na qual, os participantes têm a oportunidade de fazer perguntas ao grupo.

Por isso, o tema do seminário precisa ser muito estudado por todos os integrantes para ter domínio da fala e também para saber o que responder em caso de perguntas mais aprofundadas. Afinal, já imaginou um participante perguntar algo que o palestrante não sabe responder? Certamente, ficará uma situação muito desagradável, você concorda?

Veja como escolher o melhor formato de evento

Agora que você aprendeu um pouco sobre o congresso, a feira, o workshop e o seminário, deve estar se questionando: como devo escolher o melhor formato de evento?

A resposta é muito simples: você precisa conferir os objetivos do seu evento. Ao fazer essa análise aprofundada no planejamento estratégico (justificativa do evento, objetivos, público, local, data e outros), certamente, conhecendo um pouco sobre cada tipo de evento, você saberá escolher o melhor formato para o seu.

Ah! Lembre-se sempre de que, seja qual for o tipo de evento escolhido, é fundamental ter total atenção com o local e com a infraestrutura do evento, certo? Imagine criar um workshop sobre fabricação de pães sem lactose, quando o local do evento não tem fornos? Ou criar um seminário para um público de 100 participantes e não ter atenção com a acústica do local? — esses são apenas alguns exemplos para você considerar na hora de fazer o planejamento do seu evento.

Neste post, você conheceu algumas diferenças entre congresso, feira, workshop e seminário. Você gostou das informações apresentadas? Agora, vamos conferir quais são os serviços das Empresas Minister que podem ajudar a tornar o seu evento mais grandioso? Clique aqui e confira agora mesmo quais são as diversas soluções em entretenimento para a sua empresa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *