Qual é a diferença entre vigilância e segurança patrimonial?

Tempo de leitura: 5 minutos

Ao buscar por mais proteção para a sua residência, patrimônio, condomínio e até mesmo empresa ou loja comercial, a maioria das pessoas busca por um sistema de vigilância ou segurança patrimonial. Todavia, como são dois termos que se assemelham, normalmente, as pessoas fazem confusão e não sabem ao certo qual é a melhor alternativa para a sua empresa.

É preciso considerar que os dois conceitos são bem diferentes, no entanto, completam-se. Então, conhecer melhor sobre eles é sinônimo de ter mais assertividade na contratação. Afinal, é preciso que a segurança esteja alinhada com os seus objetivos.

Você também não sabe quais são as principais diferenças entre vigilância e segurança patrimonial? Continue a leitura e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto!

Entenda o que é segurança patrimonial

A segurança patrimonial tem o objetivo de manter a casa, a loja, a empresa e o patrimônio longe de perturbações e danos. Ela também garante a integridade física das pessoas que estão presentes naquele ambiente.

O objetivo é prevenir o risco de perdas, então, há um profissional qualificado que faz um planejamento completo voltado em analisar os riscos.

A segurança patrimonial previne a empresa ou o prédio contra algumas ocorrências, tais como:

  • roubos;
  • incêndios;
  • acidentes;
  • violação de sistemas informatizados;
  • chantagens;
  • explosões;
  • desabamentos;
  • sequestros;
  • uso de drogas e álcool no ambiente de trabalho;
  • furtos; e
  • outros prejuízos.

Além disso, a segurança patrimonial evita algumas interferências, tais como: sabotagem, roubo de informações e espionagem. No entanto, se for contratado um segurança para realizar essa atividade é preciso considerar que ele não pode usar armas.

Isso acontece porque a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) não determina a segurança como uma ocupação profissional. Portanto, dada a amplitude da temática, podemos considerar que segurança é o termo utilizado para se referir ao profissional que, de alguma maneira, presta a segurança para um estabelecimento.

Sendo assim, ele pode ser um vigilante, um vigia, um guarda, um porteiro etc. Veja quais são as principais atividades de uma pessoa que presta a segurança patrimonial para algum local:

  • fiscaliza cargas, pessoas e patrimônio;
  • presta informação ao público;
  • controla o acesso e a movimentação de pessoas;
  • vigia as dependências públicas e privadas.

A segurança patrimonial deve ser pensada e adotada de uma maneira integrada para garantir a sua eficácia. Por exemplo, um prédio que tem um sistema antifurto deve ser integrado com o controle de portaria. Somente assim, abrange toda a estrutura daquele ambiente a ser protegido — esse é apenas um exemplo de milhares que podem acontecer.

Veja o que é vigilância patrimonial

O vigilante patrimonial promove a orientação sobre quais são as melhores medidas de segurança daquele ambiente, promove assistência para a empresa, adverte os indivíduos que estão realizando alguma situação irregular, intervê quando há algo de ruim que possa acontecer e realiza o registro de ocorrência.

Os vigilantes previnem e controlam delitos e outras irregularidades, zelando pela segurança e pelo patrimônio das pessoas. Eles fiscalizam pessoas e cargas, combatem incêndios e se comunicam com órgãos competentes.

A lei que regulamenta a atividade do vigilante é a Lei nº 7.102/83 que dispõe de diversas regras para o profissional, tais como:

  • ter mais do que 21 anos;
  • ser brasileiro;
  • ter grau de instrução mínimo;
  • ter sido aprovado em curso de formação de vigilante;
  • ser aprovado em exame de saúde mental, física e psicotécnica;
  • não ter antecedentes criminais;
  • estar em dia com suas obrigações militares e eleitorais.

Dessa maneira, o vigilante atua paralelo com a força policial e impede ações criminosas. Vale ressaltar também que o vigilante precisa realizar cursos de reciclagem validado pela Polícia Federal. Afinal, quando ele estiver em seu efetivo exercício é assegurado que ele tenha um porte de armas.

Confira quais são as principais diferenças entre os dois conceitos

A segurança patrimonial previne que uma empresa, prédio ou residência tenha perturbações e danos diversos. Ela visa garantir a integridade das pessoas que moram ou trabalham naquele ambiente. Ela ainda previne a empresa contra diversas ocorrências, tais como: furtos, assaltos, incêndios, roubos, chantagens, sequestros etc.

O profissional que realiza a segurança patrimonial pode ser um guarda, um vigia, um segurança ou até mesmo um porteiro. Em todos esses casos a profissão não é regulamentada, portanto, esses profissionais não podem andar armados.

A vigilância patrimonial também prevê proteger às pessoas e o patrimônio contra incêndios, assaltos, agressões e muito mais. Contudo, a profissão de vigilante é regulamentada e ele atua diretamente em contato com a Polícia Federal. Dessa forma, também pode andar armado e impedir ações criminosas.

Veja como promover a segurança na sua residência

Agora que você aprendeu quais são as principais diferenças entre segurança e vigilância patrimonial, vamos conferir algumas medidas protetivas para a sua casa, empresa, patrimônio ou condomínio? Confira:

Quer mais segurança para você e para toda a sua família? Então, você também pode gostar de ler: soluções tecnológicas para o seu bairro se tornar um local 100% seguro!

Vale a pena considerar que tanto a segurança patrimonial quanto a vigilância fazem parte de um plano de segurança privada. Então, para ter certeza da contratação é preciso avaliar a realidade do seu negócio para conferir qual é investimento que apresenta o melhor custo-benefício para a sua empresa, residência ou patrimônio.

Agora que você aprendeu tudo sobre a segurança e vigilância patrimonial, que tal conhecer os nossos serviços? Nós, da Minister, temos diversas opções para manter a sua casa, a sua empresa e o seu patrimônio seguro. Clique aqui agora mesmo e saiba mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *