Desinfecção contra o coronavírus: como adaptar o seu estabelecimento ao “novo normal”

Pesquisar
Fique atualizado!
E receba em primeira mão todas as novidades do nosso blog.
Facebook

A pandemia que se alastrou pelo planeta fez com que muita coisa mudasse nos hábitos da população. Aliás, o mundo nunca mais será o mesmo. Tivemos que nos adaptar ao distanciamento social, ao uso de máscaras, a utilização do álcool em gel, a higienização de objetos e superfícies, entre muitos outros. A desinfecção contra o coronavírus também já é parte dos novos hábitos.

Estabelecimentos comerciais estão tendo que se adequar ao “novo normal” e tiveram que criar mecanismos para que as atividades continuassem funcionando. Inclusive a preocupação com funcionários e clientes passou a fazer parte da rotina destas empresas. Neste artigo, iremos falar sobre a importância da desinfecção contra o coronavírus e como as organizações precisam criar nova rotinas para ter mais segurança contra o coronavírus.

 

A adaptação ao novo normal

Todos já nos adaptamos aos novos hábitos, principalmente quanto o trabalho: reuniões virtuais, videoconferências, utilização de plataformas digitais, entre muitas outras ferramentas que já fazem parte do nosso dia a dia. Fato é que nada será como antes e muita coisa já mudou e ainda vai mudar com o “novo normal”.

No entanto, aos poucos as empresas estão retomando, e as que ainda não o fizeram, já estão se preparando para fazer nos próximos dias. Apesar das inúmeras incertezas que nos rondam sobre o futuro, uma coisa é certa: é necessário fazer desinfecção contra o coronavírus com uma certa frequência. Isso porque a segurança de todos está em jogo. Aliás, ninguém quer ser infectado e correr o risco de passar o vírus para todos ao seu redor.

Além disso, as empresas terão que criar espaços de trabalho totalmente diferente dos existentes hoje. Menos baias e estações de trabalho estarão disponíveis. Mais locais de convivência com distanciamento social, menos pessoas frequentando ambientes pequenos, Participação em eventos e viagens de trabalho serão restritas ao essencial, e a higienização terá que continuar a ser frequente.

 

A importância da desinfecção contra o coronavírus

A limpeza em empresas é um fator essencial em tempos de COVID-19. A desinfecção contra o coronavírus precisa ser feita para que todos estejam seguros ao retorno no ambiente de trabalho. Aliás, nem sempre a sujeira é visível. Muito pelo contrário, quando se trata de vírus e bactérias, que são seres microscópicos, somente uma limpeza realizada com equipamentos e produtos adequados e com profissionais especializados é capaz de eliminar os riscos.

Com isso, a desinfecção de ambientes tornou-se um serviço necessário, para viabilizar ambientes biologicamente seguros, principalmente em locais de circulação, como agências bancárias, escolas, mercados, restaurantes, clínicas, condomínios.

Trata-se de um processo altamente eficiente quanto à eliminação dos microrganismos. A higienização focada em desinfecção contra o coronavírus dos ambientes, são procedimentos específicos realizados com produtos bactericidas e virucidas. O objetivo é eliminar germes e bactérias das superfícies.

 

Como é feita a desinfecção

O serviço de desinfecção contra o coronavírus envolve tecnologia de ponta, com os melhores produtos de sanitização do mercado. Com isso, a ação química dos produtos forma uma película protetora nas paredes e superfícies, protegendo contra a proliferação de microrganismos.

O trabalho é altamente eficaz, isso porque os produtos utilizados são indicados pelo Ministério da Saúde e Anvisa para o controle dos micro- organismos que causam a doença. Além disso, alergias e doenças respiratórias, como o coronavírus, podem ser combatidos com a desinfecção de ambientes.

O processo é realizado por profissionais capacitados e ocorre em três etapas:

  1. Diagnóstico: a área a ser trabalhada é diagnosticada pelos profissionais, que criam a melhor estratégia para ter os melhores resultados no ambiente avaliado.
  2. Aplicação: com o planejamento estratégico do serviço em mãos, a equipe vai até o local indicado e executa o serviço exatamente conforme especificado no projeto, garantindo eficácia total.
  3. Certificação: após a execução, uma certificação é emitida e assinada pelo responsável químico, especificando o serviço realizado e a área em que houve a desinfecção contra o coronavírus.

Outras maneiras de combater o coronavírus na empresa

Além do serviço de desinfecção, existem ainda outras medidas que devem ser tomadas nas empresas para garantir um ambiente altamente seguro para que os colaboradores façam a retomada.

  • Mantenha sempre sabonetes e toalhas de papel a disposição nos banheiros da empresa;
  • Disponibilize álcool em gel em todos os ambientes de trabalho onde não for possível a higienização das mãos com água e sabão;
  • Intensifique a limpeza de áreas comuns como refeitórios e banheiros, e também de maçanetas, corrimãos, pias ou qualquer superfície de uso frequente;
  • Adie viagens de negócios e se possível, substitua por videoconferência;
  • Funcionários que apresentem qualquer suspeita de contaminação deve ser orientado a procurar o médico e permanecer em quarentena.

Minister é especializada em desinfecção contra o coronavírus. Garantimos um ambiente saudável em sua empresa, adotando as melhores práticas e contando com o atendimento de quem é referência em serviços de qualidade no Sul do Brasil. Entre em contato e solicite seu orçamento.

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Últimas Notícias